May 12, 2020

May 12, 2020

May 12, 2020

October 7, 2019

October 7, 2019

Please reload

Posts Recentes

Recomendações sobre COVID-19 de acordo com a CNA

March 18, 2020

1/9
Please reload

Posts Em Destaque

CAMBUCI

May 12, 2020

 

 

O Cambuci ou cambucizeiro (Camponesia phaea) é o fruto de uma árvore da Mata Atlântica do Sudeste. Tem infinitas possibilidades de uso e é tão rico e único como a biodiversidade brasileira. Parente da goiaba e da jabuticaba, tem polpa cremosa e forte perfume, permitindo usos culinários, cosméticos e muitos outros. Já é um dos frutos nativos mais versáteis da mata.

 

Característica da Planta

 

Crescimento: A árvore tem crescimento moderado e começa a florescer entre agosto e novembro. Alcança de três a cinco metros de altura, e tronco com diâmetro de 20 a 30 centímetros.

Colheita: A frutificação desponta durante os meses de janeiro e fevereiro. A planta começa a produzir a partir de dois anos.

Clima: O cambucizeiro gosta de um pouco de frio.

Solo: Com boa adubação, mas se dá bem em qualquer tipo de terreno. É apropriado para áreas de reflorestamento, para recuperação de terrenos degradados e também para a arborização de ruas, praças e jardins.

 

Características do Fruto

 

Formato arredondado, achatado, parecendo um disco voador, com cerca de oito centímetros de diâmetro, polpa carnosa, fibrosa e com poucas sementes, o fruto tem um perfume intenso e adocicado. A casca verde, com tons em amarelo. Apesar de o sabor ser um pouco ácido, quase como o limão, ele também pode ser consumido in natura.

 

Implantação da Lavoura

 

Início – a propagação da árvore se dá por meio de sementes, que são germinadas em sementeiras. Um quilo de sementes contém cerca de trinta mil sementes de baixa germinação, apresentando um desenvolvimento lento.  Quando atingem de 20 a 25 centímetros de altura, é hora de passá-las para um saquinho. Transplante somente o torrão para o local definitivo, assim que as mudas chegarem a 50 centímetros.

 

Plantio - o cultivo do cambucizeiro é recomendado em solo com equilíbrio hídrico, ou seja, nem muito seco, nem muito úmido. Antes, porém, o terreno deve ser preparado com aradura e gradagem. Faça o plantio de exemplares isolados ou em blocos somente com a espécie. O sombreamento de outras árvores provoca danos no desenvolvimento e produtividade da planta.

 

Adubação – nas covas, a adubação inicial pode várias entre cinco e dez quilos de esterco curtido. Adicione também de 50 a 100 gramas de superfosfato. A cada ano, aplique por planta outros dez quilos de esterco curtido. Pode-se também juntar 250 gramas por cova de NPK 20-00-20, divididas em duas ou três aplicações, durante o período quente e chuvoso, nos três primeiros anos do pomar.


Espaçamento – as medidas indicadas são de 5 x 5 metros, entre plantas e fileiras. Para as covas, deixe 50 x 50 x 50 centímetros.

 

Tratos Culturais – durante o crescimento da planta, o terreno deve ser roçado e as coroas, capinadas. Para o bom desenvolvimento da árvore, são necessárias as podas de formação e a de limpeza. Elas permitem o arejamento da copa, além de garantir a estrutura dos ramos para aguentar o peso dos frutos.


O clima subtropical fresco é o melhor para a adaptação do cambucizeiro, a árvore também aprecia um pouco de frio e regas. O Cambuci começa a ser colhido no verão, em especial durante os meses de janeiro e março. É bom apanhar a fruta logo que amadurece, pois cai facilmente do pé, sujeita a rachaduras na casca. Como o cambuci nem sempre se torna amarelo, aperte-o levemente ainda verde; se estiver macio, é hora da colheita.

 

Consumo

 

É colhido maduro, após cair no chão, e cada pé pode render até 200 quilos do fruto. É vendido na forma de fruto congelado, polpa, geleia, xarope, licores, cachaça com cambuci, trufas, farinha e diversos outros produtos. Congelado, o fruto é embalado e segue para estabelecimentos gastronômicos e indústria alimentícia e de cosméticos.

 

Benefícios

 

Poderes Medicinais, ele é indicado para pessoas de constituição física frágil, doentes, anêmicas ou convalescentes. "Possui tanino, substância empregada no tratamento de bronquite, tosse e coqueluche. Ainda é composto por vitamina A (boa para visão), complexo B (ajuda na memória) e ferro". É rica em vitamina C, com propriedades antioxidantes e adstringentes que retardam o envelhecimento e fortalece o sistema imunológico, além de combater o colesterol. Tem altos teores de lipídios, carboidratos e proteínas, além de grande quantidade de ácido ascórbico.

 

Sistema Agroflorestal

 

Com a necessidade de se implantar a reserva legal nas propriedades, o produtor pode transformar estas estas áreas um sistema agroflorestal viável. A implantação da Reserva Legal com culturas potencialmente do agro e espécies nativas para ser explorada de forma sustentável. Com o uso sustentável a exploração do ambiente de maneira a garantir a perenidade dos recursos e dos processos ecológicos, de forma a manter a biodiversidade e a integridade dos ecossistemas. 

 

Exploração Alto Tietê

 

Os produtores familiares da região do Alto Tietê em especial (Mogi das Cruzes, Biritiba Mirim, Guararema e Salesopólis) trabalham com a exploração do fruto em diferentes linhas, gerando renda aos agricultores familiares.

 

 

 

Fontes:

  • Lorenzi, Harri: Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas do Brasil, vol. 1. Instituto Plantarum, Nova Odessa, SP, 2002, 4a. edição. ISBN 85-86174-16-X

  • Instituto Auá ( Rota do Cambuci) : http://www.institutoaua.org.br/rotadocambuci/o-cambuci/o-fruto/