Informativos

Artigo: SLABS CHEGAM PARA REVOLUCIONAR HORTICULTURA - Fonte: Revista Campo&Negócio - Agosto 2010

Com uso dos sacos de polietileno não haverá problemas de saturação do solo, pode-se cultivar a mesma cultura o ano todos

Os Slabs, a última novidade no mercado brasileiro, já são utilizados na Europa para produção de hortaliças como pimentão, tomates e frutas como melão e morango.
Slabs são sacos de polietileno preto & branco, na medida de 0,34 x 1,50 x 0,25 para serem preenchidos com substratos para plantio.
A grande vantagem destes materiais, segundo Nelson lida, gerente de marketing e vendas da Electro Plastic, é que ele pode produzir ininterruptamente dentro das estufas, sem a necessidade de tratamento de solo, já que basta trocar os Slabs após dois ciclos.
Atualmente os produtores têm grandes dificuldades em produzir continuamente a mesma cultura dentro da estufa, em função de não terem um produto eficiente para tratamento do solo.
Os Slabs surgem como a solução para o plantio de tomates, pimentões, melöes, pepinos, vagens, morangos, entre outros. “Com esses sacos não haverá problemas de saturação do solo,
pode-se cultivar a mesma cultura o ano todo, não haverá dependência de tratamento do solo, é um sistema prático e sustentável. Os Slab não deixam a planta ter contato com o solo, ou seja, anuIa a contaminação por problemas advindos dali", informa Nelson lida.


Custo
O custo somente da embalagem varia de acordo com a região, mas em média está em R$ 1,80 por Slabs. Quando cheio de substrato este deve chegar a R$ 15,00, variando conforme a disponibilidade do substrato.

“Temos um Slab pronto para o plantio, com custo aproximado de R$ 15,00, para plantio de até oito plantas de tomate, e produção média de 5 kg cada. Pode-se ainda replantar no mesmo Slab, com intervalo de 20 dias, a um custo médio por planta de R$ 1,00. Este cálculo demonstra a viabilidade, sem falar que se pode repetir continuamente o cultivo de tomate ou pimentão dentro da mesma estufa por tempo indeterminado", calcula Nelson lida.


Manejo de implantação
Os Slabs deverão ser preenchidos com substratos disponíveis na região, ou produzidos pelo próprio

produtor, utilizando materiais como a fibra de cocos. Para isso, Nelson lida recomenda a orientação de um engenheiro agrônomo, e sugere aproximadamente seis litros por planta. 'Âcomodamos os Slabs sob uma fileira de blocos ou a critério do produtor; desde que fique no mínimo a 10 cm do solo. Neste bloco podem ser colocadas madeiras ou bambu de maneira que fiquem nivelados, e não esquecer dos pequenos furos para saída do excesso da água de irrigação na parte inferior; e na superior para plantio. Poderão ser feitos furos de aproximadamente duas polegadas, utilizando uma lata de conserva aberta. Depois de instalados, escolher um sistema de irrigação/fertirrigação. Caso utilize fitas de gotejo, deixar os vazadores virados para cima, podendo fazer um pequeno furo no início e outro na saída ou mesmo utilizar o primeiro e o último furo de pIantio", ensina o especialista.


Tecnologia de ponta
A Electro Plastic lançou Slabs com tecnologia de ultima geraçao Eles são fabricados dentro de um processo de garantia inigualavel sao totalmente opacos sendo preto por dentro e branco por fora mas um branco que reflete a luz e ofusca a visao dos vetores de doenças aiudando no controle. Podemos fabricar também sob encomenda aumentando o diametro e imprimindo a marca do produtor ou revendedor se for o caso informa Nelson lida.


<<Voltar para Artigos



Busca no Site:
mantenedores

SINDICATO RURAL DE MOGI DAS CRUZES - 2009 - Todos os Direitos Reservados - Desenvolvido por: Andréa Mari